Essa pagina depende do javascript para abrir, favor habilitar o javascript do seu browser! Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > OPERAÇÃO GUIA 2023 – 4ª BDA INF L - MTH
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

OPERAÇÃO GUIA 2023 – 4ª BDA INF L - MTH

  • Published: Friday, 19 May 2023 14:42
  • Last Updated: Friday, 19 May 2023 14:42

Juiz de Fora/MG - Entre os dias 8 e 19 de maio de 2023, a 4ª Brigada de Infantaria Leve de Montanha realizou a Operação Guia 2023, exercício de adestramento dos Pelotões de Reconhecimento (Pel Rec) dos Batalhões de Infantaria da Brigada. Os Pel Rec têm por missão: assessorar Unidades (U) e Grandes Unidades (GU) na seleção da Faixa de Infiltração (F Infl), das vias de escalada dos obstáculos rochosos, nas Operações de Montanha (Op Mth); transpor obstáculos rochosos e equipar vias, utilizando Técnicas, Táticas e Procedimentos Operacionais (TTP) específicos de operações militares em montanha; conduzir ações de reconhecimento e vigilância, agregando capacidade de Inteligência, Reconhecimento, Vigilância e Aquisição de Alvos (IRVA); monitorar Regiões de Interesse para a Inteligência (RIPI) e Pontos de Decisão, difundindo oportunamente dados sobre a situação inimiga; conduzir operações de interdição, neutralização, eliminação, destruição, resgate, dentre outras, em alvos significativos; conduzir fogos terrestres e aéreos e realizar limitadas operações de segurança.

A Brigada de Montanha empregou 4 (quatro) Pel Rec, sendo 1 (um) de cada Batalhão de Infantaria: 10º Batalhão de Infantaria Leve de Montanha (10º BIL Mth), 11º Batalhão de Infantaria de Montanha (11º BI Mth), 12º Batalhão de Infantaria Leve de Montanha (12º BIL Mth) e 32º Batalhão de Infantaria Leve de Montanha (32º BIL Mth), e 1 (um) Pelotão de Exploradores do 4º Esquadrão de Cavalaria Mecanizado (4º Esqd C Mec). A Brigada recebeu, ainda, o apoio de duas aeronaves, sendo 1 (uma) HM-1 Pantera e 1 (uma) HM-3 Cougar, ambas do 2º Batalhão de Aviação do Exército (2º BAVEx), com sede em Taubaté – SP, além de contar com a participação de 1 (um) Grupo de Reconhecimento e Vigilância do 6º Batalhão de Inteligência Militar (6º BIM), que tem sede em Campo Grande - MS.

Em uma 1ª fase, realizada na semana de 8 a 12 de maio, na cidade de Juiz de Fora – MG, os militares foram submetidos a instruções de nivelamento técnico-operacionais conduzidas pelo 6º Batalhão de Inteligência Militar (6º BIM), 17º Batalhão Logístico Leve de Montanha (17º B Log L Mth), 4ª Companhia de Comunicações Leve de Montanha (4º Cia Com L Mth) e 1º Batalhão de Ações de Comandos (1º BAC), sediado em Goiânia – GO, versando, respectivamente, sobre Técnicas de Vigilância, Atendimento Pré-Hospitalar (APH), Comunicações, Técnicas de Ação Imediata e Técnicas de Caçador.

Durante a 2º fase, o adestramento foi conduzido e executado nas regiões dos municípios de Bom Jardim de Minas, Olaria e Santa Rita do Jacutinga, todos em Minas Gerais, e simulou uma operação de guerra em um cenário de Defesa Externa, com ações relativas às funções de combate Manobra, Inteligência, Logística e Comando e Controle em ambiente operacional de montanha.

No curso da operação, foram desencadeadas diversas atividades militares, tais como: infiltração aeromóvel; emprego de caçadores; infiltração terrestre em ambiente de montanha; ações de IRVA; ressuprimento logístico, além da avaliação de atributos da área afetiva, submetendo as tropas às intempéries do clima, do terreno montanhoso com esforços físicos rigorosos, exigindo dos envolvidos o exercício da liderança em todos os níveis, coesão, espírito de corpo e elevada capacidade de durar na ação.

Ainda no contexto da Operação Guia, com a finalidade de interagir com a sociedade de Bom Jardim de Minas, foram ministradas palestras para crianças do ensino fundamental, bem como visitações às aeronaves, contribuindo para a divulgação da Instituição e para o fortalecimento da imagem da Força.

Os pelotões cumpriram sua missão como tropa especializada para operar em ambiente de montanha demonstrando, mais uma vez, o alto valor de seus combatentes, herdeiros das tradições da Força Expedicionária Brasileira e dos integrantes de todos os tempos da única Brigada de Montanha do Exército Brasileiro.

 

Texto e fotos: Comunicação Social 4ª Bda Inf L  - Mth

Edição: Comunicação Social 1ª DE – S Ten Freitas Neto

registrado em:
Fim do conteúdo da página